Actividades da Turma:

 

3°P - Contrato de leitura - Livros lidos ou em fase de leitura (a)

 

1.Adriana - Uma Av. nas Ilhas de C Verde - Ana M Magalhães e I Alçada // Os Cinco..... ??? (a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros (teatro)

2.Alimatu - Antes de Começar - Almada Negreiros

3.A Beatriz D. - Antes de Começar - Almada Negreiros // Quem quer ser Bilionário? - Vikas Swarup // Diário da tua ausência - Margarida Rebelo Pinto // Onze minutos - Paulo Coelho

7.Bruno - Uma Aventura na Escola - Ana M Magalhães e I Alçada /// Antes de Começar - Almada Negreiros

8.Cristiano - Warcraft (a) ???  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

9.Daniel B. - Minha primeira Bíblia ???  /// Antes de Começar - Almada Negreiros // // Felizmente há luar - Luís S Monteiro 

10.Daniel L. - A Mística do n° 10 - ???  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

11.Estefânia - Encantamento - Alice Hoffman // O Filho do Lobo - Jack London  /// Antes de Começar - Almada Negreiros // Felizmente há luar - Luís S Monteiro 

12.Igor - Spiderman (BD) ???  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

13.Inês M. - Lua de Joana - M Teresa M Gonzalez  /// Antes de Começar - Almada Negreiros // Muito para andar - Miley Cyrus // Maria: os segredos da irmã mais velha // Diário de um Vampiro banana (a)

14.Inês R.  - Antes de Começar - Almada Negreiros

15.Isa  - Antes de Começar - Almada Negreiros

16.Ivan -  A Harpa Sagrada - ???  //  O Principezinho - A S.Exupéry (a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

18. João - Uma Aventura na Escola // Uma Aventura nos Açores -  Ana M Magalhães e I Alçada  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

19.Mara  - Sherlock Holmes - Arthur C. Doyle // Leandro Rei da Helíria - Alice Vieira // Feitiços -  Apriline Pike // Witch - ilusões perdidas(a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

20.Micaela -  Feitiços  - Apriline Pike  /// Antes de Começar - Almada Negreiros // Ghostgirl - o regresso - Tonya Hurley  (a) // Criaturas maravilhosas - Kami Garcia (a) 

21.Miguel L. - Billy the Kid - Lucky Luke // Pateta faz história - ???/// Antes de Começar - Almada Negreiros

22.Nádia  - Antes de Começar - Almada Negreiros

23.Pedro  - Antes de Começar - Almada Negreiros

24.Rui - Uma Aventura na Cidade // Uma Aventura no Estádio // Uma Aventura em França - Ana M Magalhães e I Alçada(a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

25.Susana  - Antes de Começar - Almada Negreiros

26. Tatiana - VIP Manicure - Ana Bola (a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

27. Miguel C. - A Minha História – Liedson - ??? // 7 Como ser surfista - João Macedo  /// Antes de Começar - Almada Negreiros // David Beckham - David B. 

28. Carlos - Manual de Sobrevivência para Rapazes - Guy Campbell (a)  /// Antes de Começar - Almada Negreiros

 

Nota:

1- Os alunos que estão a ler livros, mas não fazem parte desta lista do Contrato de Leitura, devem postar o livro e o autor que estão a ler na página LER e COMENTAR para se completar a lista

2- Como foi informado, a avaliação do 3°P terá em conta os livros lidos, os comentários / resumos / análises críticas / sínteses... feitos pelos alunos.

 

 

Maio 2011

 TEATRO

  

 

MATÉRIA para o TESTE dia               1.06.11:

1- A matéria para o teste do dia 6 Junho sobre o Texto Dramático encontra-se resumida na página 225 do manual

2- Podes também consultar a matéria relativa ao Texto Dramático no link seguinte que se encontra na página Blogs e Sites do nosso Blog e reforçar a tua preparação com os exercícios práticos que nele se encontram:

 https://sites.google.com/site/lphotpotatoes/

3- A avaliação terá ainda em consideração, entre outros factores, o trabalho individual e de grupo desenvolvido pelos alunos ao longo de todo o período

Nota: mostra aos teus EE estas informações para poderes ter acesso ao link acima referido 

 

 

O TEXTO DRAMÁTICO:

 

1- No link 1 podes ver imagens da peça de teatro "Antes de começar", de Almada Negreiros

 

LINK 1:
http://www.youtube.com/watch?v=7NZhfXt5gTo

  

2- No link 2 podes ler o texto da peça de teatro "Falar Verdade a Mentir" , de Almeida Garrett

 

 

LINK 2:
http://www.planonacionaldeleitura.gov.pt/teatro/backstage_files/pecas_escritas/Falar-Verdade-a-Mentir.pdf
 

 

  

Registo áudio de leitura dramatizada (TI/TP/TG) 

9- Fazer o registo áudio de uma leitura dramatizadade através do VOCAROO com introdução de elementos sonoros, musicais e outros... 

 

Expressão escrita  - Transformação de um TN/outro em TD - (TI/TP/TG)

7- Escrever uma conversa entre dois objectos do quotidiano, sem esquecer de dar um título e de registar todos os elementos que fazem parte do texto dramático

8- Transformar um Texto Narrativo,  Texto Lírico ou outro em texto dramático para apresentar à turma

 

Outras actividades:

 

18.05.11

Leitura expressiva /dramatizada (TP/TG) 

6- Leitura expressiva dos textos escritos dos alunos

 

16.05.11

Postar  textos no blog / Leitura expressiva /dramatizada (TP/TG) 

5- Escrever os textos no blog

5.1-Preparar a leitura expressiva e imaginar um cenário minimalista/virtual, para apresentar o sketch à turma

 

11.05.11 

Expressão escrita - Criatividade:    (TG)

4- Terminar o TP / TG da aula anterior e passar para o blog

 

9.05.11

Expressão escrita:    (TP ou TG)

3- Leitura do texto dramático: "Como um raio de sol", de Erico Veríssimo

3.1- Imaginar um final diferente para este texto. Em alternativa, podes imaginar um desfecho diferente para o texto "Antes de Começar"

  

4.05.11

Compreensão do texto:    (Trabalho individual - TI)

2- Depois da leitura, responde, com frases completas, às questões 1 a 8 sobre a compreensão do texto (pág. 223)

 

 

2.05.11

Leitura Expressiva:   (Trabalho de Pares - TP)

1- Leitura expressiva do texto. (Um terceiro colega poderá ler apenas a didascália para as personagens saberem o que fazer durante a leitura, embora isso não seja necessário)

 

ACTIVIDADES propostas:

 

O TEXTO DRAMÁTICO  -  Análise dos textos - "Antes de começar" e "Como um raio de sol"  (p.218-222 e 226-231) 

 

 

26.04.11

APRENDER A GOSTAR DE TEATRO:   "Antes de Começar", de  Almada Negreiros

 

 

 

Aqui podes ouvir a peça de teatro: Antes de Começar, de Almada Negreiros

 http://vocaroo.com/?media=vLWc5VvLSlt53kmgO&recipient=

 

 

8.04.11

TPC    -   para férias da Páscoa

 

                       

 

Atenção: Só para voluntários !!!

 

1. Procurar a origem da palavra Páscoa

2. Tradições da Páscoa em Portugal e noutros países

3. Palavra Páscoa noutras línguas

4. Outras...  originais 

                                                   Bom Trabalho e Boa Páscoa !!!

 

 

 

TESTE dia 28.03.11

A matéria de estudo para o teste do dia 28 está nas páginas 181, 196 e 197

 

21.03.11

ANÁLISE POÉTICA:

 

Na aula do dia 14 analisámos o poema Árvores. Vamos agora analisar o poema Desejos vãos seguindo o mesmo esquema:

(Para responder consulta as páginas 181, 196 e 197 do manual)

 

Desejos Vãos

 

Eu queria ser o Mar de altivo porte
Que ri e canta, a vastidão imensa!
Eu queria ser a Pedra que não pensa,
A pedra do caminho, rude e forte!

 

Eu queria ser o Sol, a luz intensa,
O bem do que é humilde e não tem sorte!
Eu queria ser a árvore tosca e densa
Que ri do mundo vão e até da morte!

 

Mas o Mar também chora de tristeza…
As árvores também, como quem reza,
Abrem, aos Céus, os braços, como um crente!

 

 E o Sol altivo e forte, ao fim de um dia,
Tem lágrimas de sangue na agonia!
E as Pedras… essas… pisa-as toda a gente!…

                                  Florbela Espanca

 

Responde com frases completas:

 

 

Autoria:
1. Identifica o autor do texto?

Estrutura formal:

2. Quantas estrofes compõem o texto?

2.1. Como classificas a(s) estrofe(s) quanto ao número de versos?

2.2. Como classificas o poema quanto à forma que apresenta, isto é, quanto ao número total de versos?

       (Consulta as páginas 196 e 197 do manual para respnder às perguntas seguintes)

3. Classifica o tipo de rima nas duas quadras.

3.1. Elabora o esquema rimático do poema.

4. Escreve de novo a primeira quadra e divide os versos nas suas sílabas métricas. (Não esqueças que as sílabas métricas não são a mesma coisa que sílabas gramaticais. As métricas são as que ouvimos quando recitamos um poema e só se contam até à última sílaba tónica)

4.1. Classifica os versos quanto à natureza das sílabas métricas

Conteúdo, tema e sentimentos:

5. Qual é o título do poema?

6. Identifica também o tema. (Atenção: tema é diferente de título, mas pode haver alguma aproximação entre ambos)

7. Que relação existe entre o sujeito poético e a natureza?

7.1. Será que o sujeito poético consegue realizar os seus desejos? Porquê?

8. Enumera os sentimentos que o sujeito poético experimenta neste texto.  

8.1. Que sentimento(s) te (a ti) transmite a leitura do poema?

Estilo e linguagem:

9. O texto é muito rico em recursos estilísticos. Identifica algumas figuras de estilo presentes no texto. (Consulta a pág 181 do manual)

Organização do texto:

10. Em quantas partes se pode dividir o texto?

10.1. Identifica cada uma delas.

10.2. Que palavra separa cada uma das partes? Como classificas morfologicamente essa palavra?


 

 

 

14.3.11

 

                                                     

 

 20 de Março é o Dia Mundial da Poesia.

 

A melhor forma de o celebrar é compreender e aprender a gostar da poesia, lendo textos poéticos.

A poesia é um palácio encantado, com portas e janelas fechadas onde é proíbido entrar e que, por isso, apenas olhamos do lado de fora.

Vamos entrar nesse palácio e ousemos abrir portas e janelas, para que a luz entre nele e nos deixe ver e compreender a alma que o habita. 

 

ACTIVIDADE dia 14.03.11: 

Vamos então analisar o texto Àrvores com base em 10 questões.

 Primeiro, lê pelo menos 3 vezes o poema seguinte e responde às questões, com base nas informações das páginas 181, 196, 197 do teu manual:

 

Árvores


Árvores negras que falais ao meu ouvido,

Folhas que não dormis, cheias de febre,

Que adeus é este adeus que me despede

E este pedido sem fim que o vento perde

E esta voz que implora, implora sempre

Sem que ninguém lhe tenha respondido?
 
                   (Sophia de Mello Breyner Andresen)


                      

 

Responde com frases completas:

 

Autoria:
1. Quem é o autor do texto?

Estrutura formal:

2. Como classificas o texto quanto à forma (mancha gráfica) que apresenta?

2.1. Quantas estrofes o compõem?

2.2. Como classificas a(s) estrofe(s) quanto ao número de versos?

Conteúdo, tema e sentimentos:

3. Identifica o título.

4. Identifica também o tema.

5. A quem se dirige o sujeito poético?

6. Como é que o sujeito poético vê a natureza?

7. Descreve os sentimentos que o sujeito poético experimenta no momento.  

8. Que sentimento(s) te transmite a leitura do poema?

Estilo e linguagem:

9. Identifica as figuras de estilo presentes no texto. (Pág 181 do manual)

Organização do texto:

10. Em quantas partes se pode dividir o texto?

10.1. Identifica cada uma delas.
 

                                           

 

 

3.03.11

TPC                                        para dia 14.03.11

     No dia 21 de Março festeja-se o dia mundial da árvore. A Biblioteca da nossa escola convidou uma turma de jovens com mais de 65 anos a assistir a uma sessão de leitura feita por nós na Biblioteca, às 10H00, sobre o tema da árvore.

 

 

Dia Mundial da Floresta e Dia da Árvore


 A comemoração oficial do Dia da Árvore teve lugar pela primeira vez no estado norte-americano do Nebraska, em 1872. John Stirling Morton conseguiu induzir toda a população a consagrar um dia no ano à plantação ordenada de diversas árvores para resolver o problema  da escassez de material lenhoso.

A Festa da Árvore rapidamente se expandiu a quase todos os países do mundo, e em Portugal comemorou-se pala primeira vez a 9 de Março de 1913.

Em 1971 e na sequência de uma proposta da Confederação Europeia de Agricultores, que mereceu o melhor acolhimento da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), foi estabelecido o Dia Florestal Mundial com o objectivo de sensibilizar as populações para a importância da floresta na manutenção da vida na Terra.

Em 21 de Março de 1972 - início da Primavera no Hemisfério Norte - foi comemorado o primeiro DIA MUNDIAL DA FLORESTA em vários países, entre os quais Portugal.

Fonte: ICN (http://www.icn.pt/).

 

1. TPC   -   para apresentar no dia 14.03 (segunda-feira):

   1.  Pesquisar na internet histórias / contos tradicionais sobre o tema da árvore como por exemplo: A Abóbora e a bolota  / O Salgueiro e a abóbora, etc,  e alguns poemas sobre o mesmo tema, para lermos aos convidados.

   1.1. Podem enviar as histórias ( de preferência curtas)  para esta página - ACTIVIDADES, indicando sempre o autor (se tiver), as fontes da pesquisa e a data em que foi feita a pesquisa.

   1.2. Será feita uma selecção de duas ou três histórias para ler no dia 21 às 10H00.

 

Nota: Leiam as histórias e os poemas antes de enviar para o blog, para poderem falar sobre eles na aula e corrijam o português se necessário.

 

2. Como já sabem, estas são as páginas muito importantes para estudar para o próximo teste sobre poesia dia 28 de Março

    2.1. Figuras de estilo:    pág 181 
    2.2. Conceitos sobre a poesia:   pág. 196 e 197

 Nota: já sabem que podem completar o vosso estudo com a pesquisa no nosso blog de sites e de vídeos com as figuras de estilo e conceitos sobre a poesia. Se tiverem dúvidas podem enviar-me um email ou contactar através desta página do blog.

                                          Bom Carnaval a todos!!!!

 

 

27.02.11 

A  pedido da Mara, aqui fica o poema de Florbela Espanca que ouvimos cantar por Nuno Guerreiro, na aula do dia 23.02.

Vejam também novos videos de poesia em página principal e vídeos

 

TPC                                        para dia 28.02.11

1. Preparar uma leitura expressiva do poema até sentir a mensagem invadir o leitor

2. O poema é para ser lido na aula por alunos voluntários como se fosse um concurso de leitura, acompanhado por uma música

2.1. Por isso, se queres participar na leitura expressiva, inscreve-te na página Actividades e escolhe a tua música. Basta escrever que queres participar.

 

Nota: este TPC não é obrigatório

 

Amar

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui...além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

                                  Florbela Espanca

 

 

TPC                                      para dia 21.02.2011

Tema: a natureza

Actividade: Escrever um poema original e ilustrar

                 ou transcrever um poema de autor que foque a natureza e ilustrar

- Trazer para a aula do dia 21 o texto ilustrado

- Enviar para esta página o texto escrito ou escolhido

 

13.02.2011  

TPC                                      para dia 14.02.2011

1. Vê o PP que te foi enviado por email como quem saboreia algo de belo e intenso.
2. No final, escreve  nesta página do blog (ACTIVIDADES) a sensação que o PP deixou em ti.
 
Aqui fica a minha impressão: "Os livros são amigos inseparáveis com quem é bom falar"

 

2.02.11

1° TESTE  - 2°P                             Dia:  7.02.2011

 

Preparação do 1° Teste do 2°P:

1. Caderno do aluno páginas:

                              32: Conjunções;   33: Subordinação;     36, 37, 38: Análise sintáctica

 

2. Livro Plural páginas:

                              84:Acção;  94: Resumo;   106: Narrador;   116: Retrato;   124: Personagens;  143: Tempo e  Espaço;  160: Categorias da Narrativa; 181: Figuras de estilo

 

3.  Ver também o link que consultámos na aula de 2.02 para exercícios práticos de Gramática

                              https://sites.google.com/site/lphotpotatoes/

 

4. Para mais exercícios práticos de Gramática ver também o link:

                              http://www.eb23-cmdt-conceicao-silva.rcts.pt/sev/lp//index_lp.htm

 Nota: neste segundo link ver

                              na secção LER:    O Texto Narrativo e Elementos da narrativa

                              na secção GRAMÁTICA:   Conjunções e   Sintaxe

 

 

 

  Algumas actividades de Janeiro 2011:   

 

 

N° / Nome

Coment

 livro

1° P

Apres

PP

 

 5.01

Selec.

 

livro

 

2° P

 10.01

TPC

 

Text

 

p. 90

 17.01

Narrativa

 

ab / fech

 

p. 90

17.01

Biog

 

A. livro

 

2° P

19.01

TPC

Text

"Ripas"

 24.01

TG

 

Quest

 

“Ripas”

 26.01

Balanço

 

1ºP 

 31.01

1.Adriana

09.01

2.02

24.01

7.02 

 31.01

 31.01

 31.01

31.01 ( 6,7)

31.01

2.Alimatu

06.01

2.02

10.01

 

 

7.02 

21.01

2.02 (7)

31.01

3.Ana D.

 23.01

05.01

21.01

15.01

 

 

23.01

26.01

 2.02

4.André

9.02 

05.01

7.02 

 

 

 

 

26.01(7)

31.01

5.Beatriz M.

 8.11

05.01

19.01

14.01

17.01

 2.02

20.01

 26.01

31.01

6.Bernardo

 3.11

05.01

12.01

16.01

 1.02

 

 

 30.01

31.01

7.Bruno

23.01

12.01

09.01

16.01

17.01

 

19.01

 26.01

31.01

8.Cristiano

06.01

05.01

11.01

 

 

 

 

26.02 (6 e 7 1 l)

 7.02

9.Daniel B.

 23.11

2.02

11.01

1.02

1.02

 7.02

1.02

1.02

 

10.Daniel L.

 2.02

05.01

19.01

2.02 

17.01

 2.02

25.01

 26.02

31.01

11.Estefânia

 8.11

05.01

10.01

4.02

16.01

17.01

19.01

20.01

 27.01

31.01

12.Igor

 

05.01

 

 

 

 

 

26.01 (6 e 7 1 l)

31.01

13.Inês M.

 11.11

05.01

09.01

16.01

 

25.01

22.01

26.01 (6, 7)

 8.02

14.Inês R.

 22.11

05.01

17.01

24.01

 

 

 

 

 26.01

31.01

15.Isa

06.01

2.02

10.01

1.02

1.02

 

23.01

1.02

31.01

16.Ivan

ok

12.01

19.01

7.02 

17.01

 

7.02 

26.01 (6,7)

31.01

18. João

25.01

12.01

25.01

 

RESPONDER:

Mancha grafica

Daniel | 13-04-2015

Nao podem ser assim

trabalho de grupo

carlos serra e pedro arantes | 08-06-2011


pedro/carlos

Os melhores inimigos

(O texto fala de dois amigos que se apaixonaram pela mesma rapariga e desde aí brigam constantemente para ficar com a rapariga que gostam)

(com ar feroz)
-Conde Cortez: Pois sim, confrontamono-nos de novo!
(com sono)
-Conde Serra: Sim, pois que tenhas razão!
-Conde Cortez: Mas desta vez não fazeis das vossas manhas!
-Conde Serra: Mas desta vez,não vou falhar,vou ficar com ela!
-Conde Cortez: Pois... sorte com isso!
-Rapariga: Porém! Vocês já estão assim há dois anos e nunca param!
-Conde Cortez e Conde Serra: Afaste-se!
-Conde Serra: Desta vez eu mato esse desgraçado.
-Conde Cortez: Acabaste de me tirar as palavras da boca.
-Policia: Acabem já com isso!
(Os dois com fúria)
-Policia: Os dois vão para o posto e é já!
-Conde Serra: Só estávamos a marcar território, nada mais.
-Conde Cortez: Pois era só isso!
-Policia: Pronto, está bem, mas acabem já com isso! Preceberam?!
-Conde Serra e Conde Cortez : Sim senhor !
(passado uma semana; a rapariga chama os dois)
-Rapariga : Cheguem aqui.
-Conde Serra : O que foi ?
-Rapariga : Vocês vão fazer as pazes ?
- Conde Serra e Conde Cortez : Nunca !
(Rapariga pega numa faca e mata-se. Os dois choram por ela e dizem...)
-Conde Serra e Conde Cortez : Amigos?
- Conde Serra e Conde Cortez : Sempre !

FIM


Re:trabalho de grupo

Prof | 08-06-2011

Um sketch interessante e com humor. Parabéns!

Resumo de Falar Verdade a Mentir

Bruno Pinto e Miguel Lapinha | 2011-06-06 | 07-06-2011


Esta peça de Almeida Garrett conta a história de Duarte Guedes, um mentiroso compulsivo, e do seu noivado com Amália.

A acção decorre na Lisboa do século XIX; o tempo é desde a manhã até à noite do dia posterior à chegada da família Brás Ferreira a Lisboa. José Félix, criado particular do General Lemos, vem à hospedaria onde estão alojados os Brás Ferreiras visitar Joaquina, criada de Amália, esta personagem anuncia-lhe que Amália está para casar com Duarte Guedes, e que, se o casamento se concretizar receberá umas “sonantes”. Cem moedas de ouro de dote. O obstáculo quer ao dote, quer ao casamento é o vício incorrigível que Duarte tem de mentir, uma vez que o futuro sogro só lhe dará a mão da filha na condição de não apanhar o futuro genro em qualquer mentira, durante um dia. Condição essa que muito preocupa Amália e, por consequência Joaquina e José, pretendentes ao seu dote. Duarte chega acompanhado de Brás Ferreira a quem pretende impressionar, começando então a contar uma série de mentiras que comprometem o seu casamento. Há-de ser José Félix quem salva Duarte da situação em que se vai enredando, fingindo ser, de modo bem verosímil, as personagens fantasiosas que Duarte foi inventando. Tudo teria corrido bem, não fora dar--se o caso de aparecer o General Lemos em pessoa, algo que acabou por desmascarar Duarte e a farsa de José Félix. No fim, Duarte promete que nunca mais mentirá; Brás Ferreira cumpre a sua palavra e consente o casamento da filha (porque, na verdade não foi ele quem apanhou Duarte a mentir); José Félix e Joaquina recebem então o seu dinheiro, única verdade na história.

Re:Resumo de Falar Verdade a Mentir

Prof | 07-06-2011

Espero que tenham gostado.

resumo da peça "Falar a Verdade a Mentir"

André , Pedro e Rui | 06-06-2011

“Falar verdade a mentir” é um texto dramático escrito por Almeida Garrett em 1825. A peça, composta por apenas um acto que se divide em dezassete cenas, conta a história de Duarte, um charlatão mentiroso compulsivo que faz da sua vida um aproveitar contínuo de oportunidades fáceis. Amália, sua noiva prepara-se para lhe apresentar o pai, um comerciante rico vindo do Porto. A partir daí, em conjunto com a aia de Amália (Joaquina) e seu namorado (José Felix) – os quais tinham o dote a lucrar com aquele casamento -, dão azo a uma sucessão de peripécias que andam à volta das mentiras de Duarte.

O protagonista, decidido finalmente a tornar-se honesto e a acabar com as mentiras, acaba por cair na teia das suas próprias trapaças, sendo todavia salvo ao longo da peça por uma série de coincidências e actos de José Félix, determinado a validar as afirmações falsas de Duarte. No final, as mentiras acabam por se tornar verdades perante a perplexidade do próprio Duarte.

A peça é uma crítica cómica e refinada à sociedade lisboeta estéril e do “salve-se quem puder”do início do século XIX.


Re:resumo da peça "Falar a Verdade a Mentir"

Prof | 07-06-2011

MB. Gostaram?

resumo da peça " Falar a verdade a mentir "

Daniel Bento nº9 Isa Amorim nº15 | 06-06-2011

A peça conta a história de uma filha de uma burguesa, Amália, e da sua serva, Joaquina, que se vão casar. Joaquina veio com o seu senhor do Porto para Lisboa, onde vive José Félix, o que lhes deu a oportunidade de estarem juntos.

Joaquina revela a José Félix que Amália, a filha do seu amo, prometeu que lhe daria um dote de cem moedas quando se casasse. Mas Joaquina disse que havia um problema: Duarte, o noivo de Amália, era um mentiroso compulsivo, e o pai de Amália disse-lhe que se o apanhasse numa mentira, acabava com o seu casamento. Interessado no dote, José Félix disse a Joaquina que tinham que dizer isso a Duarte, pois senão ele iria ser apanhado, o casamento iria ser cancelado e Joaquina nunca receberia o dote de Amália. Mas demasiado tarde! Duarte já tinha começado a contar mentiras ao pai de Amália, que após algumas histórias extraordinárias, começou a desconfiar dele.

Quando Amália finalmente contou as exigências do seu pai a Duarte, este ficou muito baralhado, e começou a confundir as suas mentiras. Numa tentativa de socorrer Duarte, José Félix, fez-se passar por pessoas que Duarte mencionara nas suas mentiras, como por exemplo, Tomás José Marques, Lord Coockimbrook e general Lemos. Mas no fim do dia, o pai de Amália descobriu que o seu futuro genro tinha mentido, apesar das suas mentiras terem acabado por ser verdade. Como agradecimento pela sua ajuda e pela "lição" que ele lhe deu, Duarte oferece um saco de dinheiro a José Félix. Com o "vício" de mentir emendado e com o desejo de José Félix pelo dinheiro satisfeito, a peça acaba assim.

Re:resumo da peça " Falar a verdade a mentir "

Prof | 07-06-2011

Espero que tenham gostado.

poema

Adriana e Alimatú | 01-06-2011

Professor nós lemos o poema "Liberdade" de Fernando Pessoa

1 | 2 | 3 | 4 | 5 >>
Novo comentário

Contacto

Universo-8b

 

A TURMA 8ºB     

tem 27 Alunos

Lisboa